O plástico…

São polímeros, ou seja, compostos repetidos de moléculas numa ordem específica. Se forem adicionadas ou retiradas moléculas, forma-se um polímero sintético.

Dependendo do tipo de plástico, a sua duração é de 500 a 1000 anos. Este é um grande problema, uma vez que escolhemos e utilizamos plásticos de utilização única e ainda maior porque não os reciclamos. 

  • Mas desde 1980 houve uma grande mudança. Passámos do nascimento do plástico à reflexão.
  • As garrafas de plástico e os sacos descartáveis começaram a tornar-se uma visão comum nas ruas e nas praias.
  • A grande popularidade dos plásticos, a sua produção descontrolada e a sua não reciclagem provocaram uma crise ambiental.
  • A utilização generalizada do plástico cria problemas ambientais incomensuráveis e riscos para a nossa saúde – especialmente para a saúde das crianças.
  • é um material artificial, descartável e sintético.
  • é um material maleável, leve, flexível, resistente à humidade, forte e relativamente barato.
  • é resistente a produtos químicos, claro ou transparente, colorido ou escuro, praticamente inquebrável e é o único material que se recusa obstinadamente a degradar-se.
  • Considera-se mesmo que os plásticos contribuíram para a evolução da nossa civilização tal como a conhecemos, uma vez que não só facilitaram a nossa vida quotidiana, como sem eles não teríamos filmes ou mesmo som gravado.